A RESISTÊNCIA QUE VEM DO BARRO E DE MESTRA NEGUINHA

Postado por Kelly Arruda em

Desde pequena, Maria do Carmo dos Santos sempre mexeu com barro. Por influências da mãe e da avó, Neguinha, como é conhecida, começou criando as populares panelas de barro, assim como algumas peças menores, feitas para a criançada brincar.

No município de Belo Jardim, no Agreste do Estado, Neguinha nasceu, cresceu e viu sua vida mudar através da arte. Ela permanece lá até hoje. Há 40 anos a artista se dedica na produção deste tipo de artesanato.

Mas o início de tudo nem sempre é fácil. Na época, o local onde mora a artesã sequer tinha acesso à rede elétrica. Também foi muito difícil ter lucro na produção das peças em Belo Jardim. “Era um trabalho que não tinha conhecimento. Ninguém achava a gente aqui. O trabalho não tinha valor. O trabalho começou a ter valor depois de 12 anos para cá. Começou a aparecer aqui pessoas como a artista plástica Ana Veloso, que deu atenção ao nosso trabalho”, conta.

Ana Veloso foi muito importante para o crescimento de Neguinha enquanto artista. Foi através do incentivo e das dicas de Ana que Pernambuco e o mundo conhecem as cabeças de barro de Belo Jardim. Desde então o negócios só cresceram e a artista começou expor em diversas feiras de artesanato do Estado.

Neguinha foi encontrando seu estilo e se reconhecendo cada vez mais no universo do artesanato de barro. O material, vindo de São Bento do Uma, município que fica há três quilômetros de Belo Jardim, chega em grandes quantidades. Precisa ser triturado, molhado, coado para tirar o excesso das pedras e secado, ficando, assim, pronto para a confecção das peças. O trabalho exige muita paciência. Neguinha molda, alisa, lixa e queima cada item, num longo processo, até que toda demanda fique pronta.

Com tanto trabalho, se engana quem pensa que Neguinha deseja um dia parar. A mulher que cresceu com as mãos no barro faz do seu trabalho um passatempo prazeroso e terapêutico.

“Eu tenho muito amor pelo meu trabalho. Me sinto muito feliz por meu trabalho estar no mundo inteiro. É muito gratificante. Eu acho que vou chegar até o fim da vida fazendo isso. Não penso em desistir. Enquanto eu puder, estarei aqui. Quando amanhece o dia e venho trabalhar, acaba todo meu estresse. Fico muito feliz”, declara emocionada.

Você pode adquirir as peças da Mestra Neguinha aqui no site ou na loja física: Rua Bispo Coutinho, 814, Alto da Sé, Olinda/PE.


0 Comentários

Deixe um comentário

Os comentários estão sujeitos a aprovação.