MESTRE ELIAS E SUAS BELAS ESCULTURAS

Postado por Juliana Coimbra em

 

Basta olhar o trabalho de Mestre Elias José para já perceber que a sua grande inspiração é um dos momentos mais especiais da vida de uma mulher: quando ela se torna mãe. ‘Tive mais contato com mulheres grávidas quando trabalhei em uma Maternidade. Eu era auxiliar de serviços gerais, mas quando precisava, até ajudar grávida a subir na maca na hora do parto eu ajudei lá. Foi um momento que eu pude observar mais de perto as mulheres grávidas e é desse período que nasceu a ideia de esculpir gestantes. Eu via as mulheres com aquele barrigão já perto de ter o bebê, e também tive a oportunidade de ver o carinho e cuidado que as mães demonstravam quando pegavam os seus bebês nos braços’, explica o artesão que traduz a emoção em arte . Super orgulhoso do seu trabalho, ele afirma que a maior conquista que o artesanato lhe trouxe na vida foi proporcionar educação para os seus dois filhos. ‘Hoje minha filha é formada em enfermagem e o meu filho está na faculdade cursando medicina, daqui a seis anos devemos ter um médico na família’, relata, com satisfação, Mestre Elias.

 

Mas nem sempre as mães foram a inspiração do artista. No começo, ele produzia mais esculturas com animais como cavalo e carro de bois e até algumas peças com um toque surrealista. A história dele com artesanato começou há 30 anos quando um colega o apresentou ao ofício. No entanto, levou algum tempo para Elias perceber que podia se dedicar integralmente ao seu trabalho manual. Começando aos poucos, no início da sua trajetória, ele só exercia a atividade nas horas vagas e não vendia o que produzia. ‘A minha história com trabalho manual começou nos anos 80 e só depois de alguns anos de prática foi que eu percebi que podia viver do que entalhava. Foi aí que decidi me dedicar exclusivamente à arte’, explica Mestre Elias.

 

 

Natural de Paudalho (PE), ele aprendeu o ofício na Paraíba, estado em que reside até hoje e cria as suas peças. Ao longo da sua trajetória, o artesão tem verdadeiro fascínio pelo processo de produção. Faz tudo, inclusive ele mesmo que compra a Madeira que vem do sertão do Cariri. E ao passo que a peça vai se desenvolvendo e o chão do ateliê fica repleto de lascas de madeira, o brilho no olho do artesão vai aumentando ao observar a peça criando forma.

 

 

‘Eu gosto demais do que eu faço. Já pensei até em parar, mas não consigo. É muito bom pegar um pedaço de madeira in Natura, lavrar ela, e ver ela virar uma escultura. E depois, ela pronta, as pessoas elogiando. Isso traz uma força para sempre criar e pensar esculturas de mães diferentes. Eu já fiz mulher gestante, grávida de gêmeos, com o filho nos braços, e de vários outros jeitos’ detalha. E é assim que Mestre Elias vai compartilhando a sua arte que tem fonte de inspiração inesgotável: o amor das mães pelos filhos.

 

 

 


2 Comentários

  • Olá ! Quero 2 esculturas, como faço para comprar?

    Priscila em

  • A escultura realmente é linda!! Nos emociona! Parabéns!!

    Adriana Pássaro Corinaldesi em


Deixe um comentário

Os comentários estão sujeitos a aprovação.